O judô é muito rígido na disciplina infantil?

Meus alunos têm quase todos idade entre 7 e 9 anos. Tem dias que chego no treino já descendo a lenha:
– Fulano, senta direito! Sicrano, e essa faixa mal amarrada? Beltrana, cumprimenta ao entrar no dojô!
Alguns pais podem até não gostar mas a maioria deles me faz aquele sinal de positivo como quem diz “é isso aí, manda ver!”
O que comumente dizem é que o judô é bom porque tem muita disciplina… mas sei lá, do meu ponto de vista me pergunto: o judô tem muita disciplina ou todo o resto de atividades das nossas crianças é que não tem disciplina nenhuma?

Sério, qual o absurdo de se ter um ambiente com regras e ter essas regras cumpridas? Seria surpresa se eu falasse aqui de crianças de 2 e 3 anos que obedecem a rígidas formalidades… mas longe disso, trato de crianças que há algum tempo já perceberam que não são o centro do mundo e que determinados ambientes requerem determinados comportamentos… apenas acham que podem escolher se comportar ou não da devida maneira.

Mas sabe porque no judô dá certo? Porque nós não negociamos a disciplina e os valores da arte. Isso simplesmente tem que ser cumprido como é. Alguns alunos demoram um pouco pegar o ritmo, outros não se adaptam ao rigor e outros levam bronca até hoje… Mas para os que ficam, no médio e longo prazo o resultado é extremamente positivo.
Aos poucos a disciplina do tatame começa a passar para o cotidiano das crianças.. daí é preciso que os pais peguem o fio da meada para continuar o trabalho. É preciso que os pais cobrem que seus filhos levantem no horário, que eles arrumem suas camas, que eles lavem louça e cumpram tarefas específicas. Esse é o método clássico que dá certo há milênios e ao contrário que dizem hoje em dia… não faz mal a ninguém; muito pelo contrário, só ajuda a construir cidadãos mais responsáveis.

Resumindo, o judô é ótimo para crianças em uma infinidade de pontos diferentes.. a disciplina é um desses pontos.. mas talvez nem seja o mais importante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *