[Teste] – Você conhece as novas regras de arbitragem?

Qual a pontuação mais adequada para a técnica?

Wazari! Mesmo com explosão e velocidade, as técnicas em que ukê rola serão consideradas wazari. Para Ippon, ukê deve cair totalmente de costas no tatame.

Com luta seguindo normal em pé, o atleta de branco aplica uma técnica Kibizu-Gaeshi e intencionalmente agarra perna do azul para projetá-lo. O árbitro deve:

Mattê e shidô para branco. O primeiro toque abaixo da cintura, intencional ou não, é punido com shidô.

Continuando na mesma luta hipotética acima - Dessa vez o atleta de azul é quem inicia uma técnica de ataque com um Harai Goshi, e para tentar se esquivar, o atleta de branco, sem intenção, apoia mão na perna do oponente sendo esse então o segundo toque no combate. A conduta dos árbitros deve ser:

Mesmo não intencional, o segundo toque abaixo da cintura é penalizado com hansokumakê.

Analisando o vídeo abaixo, escolha uma das alternativas.

Nenhuma pontuação. As duas atletas já estavam claramente fora da área no momento da aplicação da técnica.

Outra luta hipotética terminou no tempo normal empatada em 2 Wazari para cada atleta, porém o branco tem um Shidô. Logo:

Segue para Golden Score. No tempo normal, shidôs não mais são usados como critério de desempate, apenas as pontuações técnicas.

Atleta de branco aplica Ouchi-gari e oponente de azul cai mas evita bater as costas apoiando os dois cotovelos no solo como se vê na imagem. O trio de arbitragem:

IJF

Wazari! De acordo com novo regulamento, para desestimular esse tipo de defesa, cair sobre os dois cotovelos será pontuado como Wazari. Para quedas defendendidas apenas com um cotovelo a regra segue sem alterações, ou seja, não pontua.

Analise o vídeo e defina qual a decisão mais adequada:

Hansokumake azul. No regulamento vigente, se ukê tenta claramente impedir um ataque pondo em risco o pescoço ou coluna, a atitude pode ser penalizada com hansokumakê. Uma das formas de saber a intenção de defesa é verificar se, na hora da projeção, ukê está com queixo junto ao peito ou com queixo para cima. Com queixo para cima fica clara a intenção de obstruir a conclusão da técnica forçando o pescoço, como no vídeo.

Mais uma luta vai para Golden Score com ambos atletas tendo 1 Wazari e 1 shidô. Durante o GS o atleta de azul é penalizado com shidô por falta de combatividade. Então:

Branco vence. No Golden Score, o shidô se torna critério de desempate quando o número de penalidades ultrapassa as penalidades do oponente.

Comentários

Posted Under